Skip to main content

CRM e ERP: quais as principais diferenças?

By 17 de maio de 2022maio 25th, 2022Blog, CRM, Cultura de CRM, Processos de Negócios, Zoho CRM
CRM e ERP

CRM e ERP são dois sistemas importantes, mas para decidir em qual investir, deve-se conhecer as funções de cada um. Confira no artigo!

Quem trabalha com vendas está sempre focado em resultados e, por isso, precisa de uma boa relação com os clientes.

No entanto, gerir essa relacionamento de forma manual é quase impossível.

Isso porque é necessário organizar os processos e firmar uma comunicação clara com todos os setores do negócio.

Diante de um mercado cada vez mais concorrido, é natural que as companhias procuram soluções para se destacar.

Mas, isso fica ainda mais evidente, diante das mudanças comportamentais dos consumidores.

Eles não querem apenas preço baixo e produto de qualidade, mas também se relacionar com as marcas e sentir que podem confiar nelas.

Cultivar um bom relacionamento depende de alguns fatores importantes!

Por exemplo, como a empresa organiza as informações e sua capacidade de identificar as características e demandas dos clientes.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar os conceitos de CRM e ERP e quais as diferenças entre esses dois softwares.

O que é CRM?

CRM é uma sigla para Customer Relationship Management, um software criado para fazer a gestão de relacionamento com o cliente.

Ele possui diferentes funções que ajudam a analisar os atitudes dos leads e clientes, e assim fortalecer as estratégias de marketing e vendas.

Sua função é armazenar todas as informações dos contatos, como:

  • Nome;
  • Telefone;
  • E-mail;
  • Endereço.

Uma empresa de conserto de câmbio automático também pode usar esse recurso para reunir todas as interações com os clientes e seu histórico de compras.

Ele mostra as visitas no site, chamadas telefônicas, download de materiais, troca de e-mails e outros dados importantes.

Também é uma excelente ferramenta para qualificar os leads que estão prontos para comprar.

Com isso, os vendedores entram em contato com essas pessoas porque sabem que elas realmente estão interessadas em falar com eles.

Sem falar que o registro de interações aponta os leads com quem os vendedores podem falar.

Veja 10 coisas que todo gestor deve saber antes de implementar um CRM!

O que é ERP?

ERP é uma sigla para Enterprise Resource Planning, um sistema integrado voltado para a gestão empresarial.

Por meio dele, a companhia melhora sua gerencia e automatiza processos e atividades, como:

  • Comercial;
  • Contabilidade;
  • Financeiro;
  • Fiscal;
  • Estoque;
  • Compras;
  • Recursos humanos;
  • Produção;
  • Logística.

Ele facilita a integração entre os departamentos, elimina retrabalhos, evita a perda de informações e reduz os custos.

É uma ferramenta que ajuda as empresas a consolidar as informações de gestão e facilita as tomadas de decisão.

Uma empresa de limpeza de cadeiras estofadas também consegue se beneficiar de várias funções do sistema!

Por exemplo: validar os dados de entrada, otimizar processos, melhorar a comunicação entre os setores e aumentar a produção.

Diferenças entre CRM e ERP

Algo que toda empresa deseja é se relacionar bem com os clientes, pois isso ajuda a conquistar mais pessoas e a aumentar as vendas.

Mas, para conseguir isso, elas também precisam de uma boa gestão empresarial e otimizar seus processos.

Para entender as diferenças entre CRM e ERP, é necessário saber o que cada ferramenta ajuda a resolver.

Começando pelo CRM: seu foco é melhorar o relacionamento entre a organização e seu público.

A companhia deve optar por esse software se quiser resolver, por exemplo, a falta de organização de seus processos internos.

Os times de marketing e vendas terão uma performance ainda melhor se contarem com processos estruturados de forma eficiente, lógica e ágil.

Felizmente, o CRM é um sistema totalmente pensado para propor essas funções. 

Ao aplicá-lo no dia a dia, o time de vendas de um fabricante de divisória de vidro jateado, por exemplo, atuará de forma alinhada e padronizada na hora de se relacionar com os clientes.

Se um dos funcionários deixar a empresa, o atendimento não será afetado, pois todos os registros ficam armazenados na ferramenta.

Todo negócio precisa ser eficiente na hora de distribuir informações.

E uma das formas mais estratégicas é por meio de uma ferramenta ERP, pois ela reduz o retrabalho entre as equipes.

As empresas precisam reduzir essa tensão para não perder a produtividade, o que pode ser um grande desafio, contudo, o CRM pode ajudar nesse processo.

Isso acontece porque ele automatiza diferentes tarefas e os funcionários conseguem acessar as informações de clientes e potenciais clientes de maneira ágil.

Consequentemente, ambos os times vão se sentir mais tranquilos e seguros para alcançar as metas, o que aumenta a sua produção, satisfação com o trabalho e reduz a rotatividade.

Uma serralheria de ferro fundido também pode usar essa plataforma para compreender melhor a jornada de seus clientes.

O CRM reúne informações sobre o nível de engajamento dos leads e dos clientes, o que ajuda a compreender o funcionamento da jornada de compra.

Ter acesso a essas informações é necessário porque elas mostram quando os prospects estão no topo, meio ou fundo de funil.

Assim, os profissionais de marketing e vendas saberão o que precisam fazer para trabalhá-los.

Por fim, esse software registra todo o histórico de interações que o contato teve com o negócio, algo fundamental para estruturar as estratégias de vendas e marketing.

Quanto mais eficientes elas forem, melhor vão atender às demandas do público.

O marketing promove ações que atraem as pessoas que procuram uma solução para seu problema ou que querem conquistar um objetivo, e isso é possível com a ajuda desta ferramenta.

Da mesma forma, a equipe de vendas consegue planejar melhor seu discurso, quebrar objeções e facilitar o momento da venda.

Enquanto o CRM resolve essas questões dentro da empresa, o ERP ajuda a integrar e padronizar os processos internos de diferentes setores.

Uma empresa de tratamento de fissuras em concreto armado pode usar esse recurso para resolver a falta de conhecimento da corporação, caso ela ocorra.

Todo negócio precisa ser eficiente na hora de distribuir informações, fazendo isso de maneira estratégica, mas só é possível alcançar esse objetivo, por meio de uma ferramenta ERP, pois ela reduz o retrabalho entre as equipes.

Isso acontece porque o recurso integra todos os setores e torna seus processos mais eficientes.

Desta forma, elimina gargalos burocráticos e traz mais agilidade no desempenho dos funcionários.

Um problema muito comum entre as companhias e que afeta seus resultados é a baixa produção dos funcionários, e isso pode acontecer por diversas razões.

Quando o cliente pesquisa alguma informação na internet, como “gráfica rápida perto de mim” não quer encontrar apenas uma empresa que ofereça um bom serviço e por um preço justo.

Ele também quer ser bem atendido e sentir que a companhia realmente deseja atender suas demandas.

Mas, se o engajamento e a motivação dos funcionários estiverem muito baixos, então a produtividade será impactada.

Profissionais pouco produtivos não são apenas aqueles que não conseguem alcançar as metas ou entregar todas as tarefas do dia.

Também são colaboradores que não prestam um bom atendimento ao cliente e prejudicam o nível de satisfação.

O ERP é um sistema que ajuda a aumentar a produtividade dos funcionários por conta da geração de relatórios e do resgate de informações de todos os setores.

Com isso, a equipe de marketing de uma empresa especializada em endereço comercial coworking consegue formular melhor as estratégias e melhorar os resultados, de acordo com os objetivos do negócio.

Por fim, essa solução é indicada para resolver problemas relacionados à falta de alinhamento estratégico.

Se a empresa precisa de uma supervisão sistemática sobre tudo que está sendo planejado e executado pelas equipes, o ERP é a melhor solução.

É muito comum ver áreas distintas dentro da organização atuando de maneira diferente, e isso acaba prejudicando os resultados para o negócio.

Em contrapartida, ao usar essa solução, uma empresa de impressão de lona para outdoor iguala os dados e facilita a geração de relatórios.

Sabendo quais são as diferenças entre essas duas soluções, o gestor pode identificar a necessidade de utilizar ambas ou apenas uma delas.

Para se decidir, procure conhecer um pouco mais a reputação do fornecedor do software, listar as funções que cada sistema oferece, analisar o tipo de suporte disponível e o preço cobrado.

Considerações finais

Sendo assim, agora você já sabe quais são as diferenças entre ERP e CRM porque cada uma resolve um tipo de problema diferente.

Usá-las é a melhor forma de otimizar os processos internos e melhorar a relação com clientes e potenciais clientes.

A escolha vai depender das demandas do seu negócio e dos objetivos que ele pretende alcançar.

Esse texto foi originalmente escrito pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Close Menu