Arquivos Gestão de projetos - CRM7 - Zoho Partner Brasil
Category

Gestão de projetos

Descubra O Que É Scrum E Como Ele Pode Ajudar Seu Negócio

By | Gestão de projetos

O Scrum é um método de desenvolvimento de produtos ágil muito usado e amplamente difundido – uma coleção de valores, funções de equipe e rituais (definidos abaixo) usados em combinação para criar produtos de trabalho interativos. O Scrum começou na indústria de software e desde então se espalhou para universidades, militares, indústria automotiva e além.

Não há limite para os tipos de negócios que usam o Scrum para desenvolvimento de produtos, e é uma habilidade fundamental para adicionar ao seu currículo ao se candidatar a empregos – seja no mundo da tecnologia ou de outra forma.

Mas isso ainda deixa muitas perguntas sobre o modelo Scrum: O que o nome significa, como o Scrum pode ser usado, e como exatamente ele funciona?

O primeiro passo para responder a essas perguntas é aprofundar um pouco mais nas origens e na história do Scrum.

O Significa Scrum?

Embora às vezes seja confundido com um, o Scrum não é um acrônimo. Também não é uma coincidência que soe como algo do esporte do rugby – na verdade, é exatamente de onde vem o nome.

O termo “scrum” foi introduzido pela primeira vez pelos professores Hirotaka Takeuchi e Ikujiro Nonaka em seu artigo de 1986 da Harvard Business Review, onde descreveram uma abordagem estilo “rugby” ao desenvolvimento de produtos – um em que um time avança passando uma bola para frente e para trás.

Nos anos seguintes, os desenvolvedores de software Ken Schwaber e Jeff Sutherland implementaram estratégias de desenvolvimento inspiradas em Takeuchi / Nonaka em suas respectivas empresas, e em 1995 os dois se uniram para apresentar e definir sua versão do Scrum (uma estratégia de desenvolvimento que evoluiu para o Framework Scrum usado hoje).

Por Que Usar O Scrum?

De acordo com Eric Naiburg, vice-presidente de marketing da Scrum.org, o Scrum é melhor entendido como uma abordagem geral para a solução de problemas que evita detalhes específicos e conjuntos de instruções rígidos, travados e demorados.

Como equipes, pessoas e projetos mudam e evoluem com o tempo, “ter um único caminho para fazer algo não permite o crescimento”, diz Naiburg. Simplificando: o Scrum é o oposto de uma lista de tarefas a fazer – em vez disso, é uma forma de abordar projetos de grupo com flexibilidade.

Embora o Scrum forneça uma estrutura sólida para organizar equipes de produtos e agendar o trabalho, é uma estrutura que pode ser moldada para acomodar as necessidades de uma equipe, ao invés de ditar exatamente como uma equipe deve prosseguir.

Qual É A Diferença Entre Scrum E Metodologia Ágil?

Você deve ter notado que nossa definição do Scrum incluiu o termo “ágil”. Você também pode ter ouvido falar sobre algo chamado metodologia ágil. O Scrum e a metodologia ágil são duas maneiras de descrever a mesma coisa? Não exatamente.

Os anos 90 assistiram a um movimento geral de afastamento dos métodos de desenvolvimento altamente planejados e controlados na indústria de software.

Métodos mais leves e flexíveis, processos e frameworks (como o Scrum) começaram a ser adotados por desenvolvedores de software e – em 2001 – um grupo de 17 desenvolvedores convergiu e publicou um documento chamado Manifesto for Agile Software Development.

Embora o framework Scrum esteja dentro da definição ágil que surgiu deste manifesto, nem todo desenvolvimento ágil é o Scrum – em outras palavras, a metodologia ágil é um termo genérico, e o framework Scrum está sob esse guarda-chuva ágil.

Quais São Os Princípios Do Scrum?

Um projeto Scrum é definido por um grupo de princípios (ou valores) que devem ser entendidos como diretrizes simples para trabalhar juntos como uma equipe. Eles são:

  • Coragem – especialmente quando se trata de resolver problemas difíceis

  • Foco

  • Compromisso com os objetivos da equipe compartilhada

  • Respeito pelos membros de sua equipe

  • Abertura sobre o trabalho e quaisquer desafios que possam surgir.

Ao incorporar os valores do Scrum, uma equipe assume a responsabilidade compartilhada pelo sucesso e evita as armadilhas de uma mentalidade de silo.

A menos que cada membro da equipe Scrum se atenha a esses valores, a equipe não terá a base necessária para ter sucesso. E se sua equipe segue ou não a estrutura do Scrum, esses são valores sólidos para qualquer equipe.

Como O Scrum Funciona?

A estrutura do Scrum é composta de três categorias distintas: funções, eventos e artefatos. Vamos dividir isso.

Funções do Scrum

A estrutura do Scrum é definida por três funções principais: a Equipe de Desenvolvimento, o Scrum Master e o Dono do Produto.

A Equipe de Desenvolvimento é exatamente o que parece – as pessoas trabalhando juntas para entregar produtos. Apesar do título de “desenvolvimento” e do histórico de software do Scrum, lembre-se de que esses produtos podem ser qualquer coisa (o post que você está lendo é um produto Scrum, por exemplo).

As equipes scrum de desenvolvimento têm a liberdade de se organizar e cuidar do gerenciamento de projetos para maximizar a eficácia e eficiência da equipe.

O Scrum Master é o facilitador residente da equipe, responsável por ajudar todos os membros da equipe e garantir que tudo é feito conforme as teorias, regras e práticas do Scrum. Eles garantem que o Time Scrum tenha o que for necessário para completar seu trabalho, além de remover bloqueios que estão atrasando o progresso.

O Dono do Produto é responsável pelo trabalho que a equipe deve concluir, quer faça muito desse trabalho ou delegue-o a outros membros da equipe. O Dono do Produto é sempre uma única pessoa e não um comitê; enquanto eles podem receber informações de outras pessoas quando se trata de suas decisões, as decisões finais, em última análise, são atribuídas ao Dono do Produto.

Eventos Scrum

A estrutura do Scrum é marcada por cinco eventos. São eles: Sprint, Sprint Planning, Daily Scrum, Sprint Review e Sprint Retrospective.

Um Sprint é um período de tempo especificado (geralmente variando de uma semana a um mês) durante o qual uma equipe Scrum produz um produto (isso pode incluir um grande projeto, vários pequenos, uma série de relatórios, uma versão de um aplicativo, etc.

O Sprint Planning é uma reunião de planejamento em que o trabalho a ser feito durante uma Sprint é mapeado. Durante essa reunião, toda a equipe define claramente as entregas para o Sprint e atribui o trabalho necessário para atingir esse objetivo.

O Daily Scrum (às vezes chamado de Stand-Up ou Scrum Daily Meeting) é uma reunião diária de 15 minutos em que a equipe tem a chance de ficar na mesma página e montar uma estratégia para as próximas 24 horas. O trabalho do dia anterior é analisado, enquanto as atualizações são compartilhadas para o trabalho que ocorre naquele dia.

O Sprint Review ocorre após o término de uma Sprint. Durante a revisão, o Dono do Produto explica qual trabalho planejado foi ou não concluído durante o Sprint. A equipe, então, apresenta o trabalho concluído e fala sobre o que correu bem e como os problemas foram resolvidos.

A Sprint Retrospective também ocorre após um Sprint. Essas retrospectivas fornecem um momento dedicado para a equipe analisar seu processo durante o Sprint anterior e fazer adaptações conforme necessário para otimizar o próximo Sprint.

Artefatos do Scrum

Nome impactante, conceito simples.

Artefatos são apenas registros físicos que fornecem detalhes do projeto. Os Artefatos do Scrum incluem o Backlog do Produto, o Backlog da Sprint e os Incrementos do Produto.

O Product Backlog é uma lista completa e ordenada de todos os requisitos do produto e atua como a única referência para quaisquer alterações necessárias no produto. O Product Owner (Dono do Produto) supervisiona o Product Backlog, incluindo como ele é disponibilizado para a equipe, seu conteúdo e como ele é solicitado. O Product Owner e o restante da equipe trabalham juntos para revisar o Product Backlog e fazer ajustes quando necessário, à medida que os requisitos do produto mudam e evoluem.

O Sprint Backlog é uma lista de todos os itens do Product Backlog a serem trabalhados durante um Sprint. Essa lista é organizada priorizando os itens do Product Backlog até que a equipe perceba que atingiu sua capacidade para o Sprint. Os membros da equipe se inscrevem em tarefas no Backlog do Sprint com base em habilidades e prioridades, seguindo a estrutura do Scrum auto-organizada.

Um Incremento de Produto é a soma do trabalho do produto concluído durante um Sprint, combinado com todo o trabalho concluído durante os Sprints anteriores. O objetivo de um Sprint é produzir um Incremento do Produto Concluído. Cabe à equipe do Scrum concordar sobre o que define o status “Concluído” de um Incremento, mas todos os membros da equipe precisam concordar e entender a definição.

Ficou com dor de cabeça de todos esses termos? Não se preocupe. A essência é a seguinte: o Scrum é um framework que as equipes usam para trabalhar juntas. O jargão se torna facilmente uma segunda natureza quando você o usa, e você pode consultar esse artigo sempre que estiver empacado.